Main page   About us  |  Our news  |   Our services  |  Contacts
Main page Ikar.ru guide Feedback RSS       In Russian

GRAIN | FLOUR | CEREALS | SUGAR | OILSEEDS | FEEDSTUFFS & INGREDIENTS | MEAT | DAIRY
Search:  


ANALYTICS & NEWS

   IKAR in Mass Media
   Market prices
   Graphically speaking
   Market studies
   Exhibitions
   Partners
   Investment


WORK IN AGRICULTURE

   Vacancies
   Resume


   About us
   Our news
   Our services
   Contacts

IKAR in Mass and Industry Media


Trigo: Rússia e Argentina definem futuro do mercado

onortao.com.br, 11.09.17


A consultoria russa Ikar aumentou a estimativa de produção de trigo desta safra no país para um intervalo entre 81 a 84 milhões de toneladas, com um saldo exportável de 31 a 33 milhões de toneladas.

A consultoria russa Ikar aumentou a estimativa de produção de trigo desta safra no país para um intervalo entre 81 a 84 milhões de toneladas, com um saldo exportável de 31 a 33 milhões de toneladas. A projeção representa aumento em relação à anterior, que era de 79 a 82 milhões de toneladas e 30 a 32 milhões de toneladas de exportação.

De acordo com a Consultoria Trigo & Farinhas, esta informação, porém, não afetou ainda o mercado porque o grande problema é como escoar estar produção toda. A logística da Rússia não aumentou e em novembro começa o congelamento das ferrovias, dos rios e parte dos portos, dificultando o fluxo de mercadorias.

“Não afetará o mercado internacional. Deve-se ficar atento, porém, que este saldo poderá ser jogado no mercado internacional a partir de março ou abril, pressionando os preços nesta época”, comenta o analista sênior da Trigo & Farinhas, Luiz Carlos Pacheco.

No Mercosul, a Argentina concluiu o plantio de 5,35 milhões de hectares, definindo a área plantada. Mas, com alguns problemas de excesso hídrico, continua a indefinição sobre o potencial produtivo. No restante do Mercosul, o Brasil deverá reduzir a produção para menos de 5,0 milhões de toneladas (contra 6,7MT do ano passado).

O Paraguai deverá produzir 670 mil tons (contra 1,2MT do ano passado) e o Uruguai com 600 mil tons (contra 800 mil tons do ano anterior). No total, a redução do Bloco será de 2,8 milhões de toneladas, parcialmente compensado pelo aumento (por enquanto) de 1,0 milhão de tons previsto para a safra da Argentina.

“Além disso, as notícias sobre falta de umidade no RS, no PR e no Paraguai e, posteriormente, geadas e chuvas (que estão previstas para a colheita) irão reduzir a qualidade do grão que for colhido, embora ainda não se tenha ideia do volume. O peso da safra russa jogou o mercado para as mínimas em mais de 10 anos, mas, muito lentamente, depois de seis semanas em queda contínua, esta é a primeira que apresenta uma pequena recuperação, mas mostrando que o Fundo do Poço pode ter sido atingido, porque as cotações estão abaixo dos custos de produção na maioria dos países produtores, abaixo dos preços do milho no Texas (EUA) e num nível atraente para os compradores ao redor do Mundo”, conclui Pacheco.

http://onortao.com.br/noticias/trigo-russia-e-argentina-definem-futuro-do-mercado,102286.php



All viewing: 250
Discuss

Where The Margin Is
Annual Conference Agribusiness
media feedback

IKAR is a member of International research project Agri Benchmark from May 2010

Agri Benchmark

Putin Is Growing Organic Power One T-34 Tank-Tomato at a Time



Grain | Cereals | Sugar | Oilseeds | Feedstuffs & Ingredients | Meat | Dairy


IKAR. Institute for Agricultural Market Studies. www.IKAR.ru

© 2002-2019  
IKAR. Institute for Agricultural Market Studies
24, Ryazansky str., off. 604, Moscow, Russia
Tel/Fax: +7 (495) 232-9007 | www@ikar.ru |  Feedback

Rambler's Top100 Рейтинг@Mail.ru
Google translate: Google translate: Russian Google translate: German Google translate: French Google translate: Italian Google translate: Portuguese Google translate: Spanish Google translate: Turkish Google translate: Lithuanian Google translate: Chinese Google translate: Korea